top of page

Moksha Yoga: Conheça um pouco da nossa história

Atualizado: 18 de jan. de 2019

Thiago, nosso fundador e professor, conta um pouco sobre sua busca pessoal e aquilo que deu origem ao nome do nosso estúdio.


"Os sonhos não funcionam a menos que você os realize"

Os hindus acreditam que a alma humana passa por um ciclo sucessivo de morte e renascimento, chamado de samsara. Cada encarnação é influenciada pela forma como a vida anterior foi vivida. Ao longo de toda a vida, as pessoas constroem e acumulam karma, que é a consequência ou o resultado das nossas ações, tanto boas quanto ruins. Este karma afeta nossas vidas e existências futuras, tanto positivamente quanto negativamente. É por isso que devemos assumir a responsabilidade por nossas ações, pois de uma forma ou de outra, seja nesta vida ou na próxima, seremos sempre afetados por elas.


Moksha é o fim desse ciclo de morte e renascimento, é quando a alma transcende a necessidade de reencarnar para “pagar” o karma acumulado de vidas passadas. Isso acontece quando se supera toda a ignorância e apego pelas experiências e paixões terrenas, como por exemplo: ego, poder, dinheiro, ganância e tudo aquilo relacionado a Maya (ilusão). Em outras palavras, Moksha é a liberação final de uma concepção mundana de self, a dissolução de nossa personalidade egoica, nossa identificação com o “Eu”, o fim de uma experiência dualista do mundo e a realização de nossa própria natureza fundamental, que é o verdadeiro ser de pura consciência e bem-aventurança.


TRAZENDO A SABEDORIA ANTIGA PARA OS TEMPOS MODERNOS


Uma forma de trazermos essa sabedoria antiga para os tempos modernos é compreender esse processo em direção a moksha como uma forma de autodesenvolvimento e superação. A melhor maneira de nos engajarmos nesse caminho é conhecendo quem verdadeiramente somos. Para isso, é preciso que cada um faça uma análise sincera sobre os seus atributos positivos e negativos, procurando por tudo aquilo que possa estar impedindo ou dificultando a expressão coerente entre seus pensamentos e ações.


Perceba que esse processo pode levar uma vida inteira de exploração e experimentação, entre erros e acertos. Esse senso de consciência sobre si mesmo ajudará você a associar seus padrões passados de karma ou comportamentos, com algum insight ou esclarecimento em relação ao seu presente. A combinação dessa consciência sobre o seu passado e presente influenciarão a forma como se desenvolverá o seu futuro.


Precisamos, então, estar abertos a cada experiência, aprendendo a tirar de cada momento da vida um ensinamento, principalmente naquelas experiências de dor e sofrimento. Embora todos nós gostaríamos de eliminar a dor e o sofrimento de nossas vidas, sem essas experiências não poderíamos apreciar todos os momentos positivos e felizes que vivemos. Faltaria significado e propósito à vida e dificilmente nos esforçaríamos para sermos melhores seres humanos.


Assim, alcançamos moksha quando ultrapassamos a linha de chegada em direção à autoconsciência e ao autodesenvolvimento. Talvez você concorde comigo que esse estado nunca é totalmente alcançado e que está em constante mudança. É esta reflexão constante, reavaliando e reajustando, que todos nós nos encontramos passando por nossas vidas. É uma grande conquista para cada um de nós quando nossos pensamentos e ações estão em harmonia, trazendo amor, alegria, felicidade, paz e integridade a nossas vidas.


MOKSHA NA VIDA


O Yoga é uma filosofia prática de auto-conhecimento e realização. Natural da índia, surgiu há milhares de anos e é comumente associado às posturas físicas, mas vai muito além desse trabalho com o corpo, influindo na forma como lidamos com a mente, nossos pensamentos e emoções. Com a prática aprendemos a integrar corpo, mente e espírito, nos conduzindo a uma profunda compreensão sobre a nossa própria natureza. Uma vez conectados a essa fonte interna de energia e criatividade, aprendemos a superar nossas limitações e a reconhecer todo o nosso potencial e singularidade, expressando e desenvolvendo a melhor versão de nós mesmos. Assim, é possível compreender o Yoga como uma prática que conduz a moksha na vida diária, desenvolvendo esse senso de autoconsciência e superação.


Durante vários anos pratiquei Yoga de forma intermitente. Enquanto frequentava as aulas me sentia muito bem, e talvez por me sentir assim, achava que não precisava mais. Foram anos de idas e vindas, entre escolas e professores, o que acabou me dando uma boa experiência sobre diferentes técnicas de ensino e estilos de prática. Mas como todo problema que não se dá a devida atenção, foi crescendo aos poucos e acabou vindo à tona. Durante muitos anos não conseguia enxergar o meu propósito de vida e por muito tempo me senti incapaz de estabelecer uma relação coerente entre meus pensamentos e ações. Vivia ranzinza por não me sentir satisfeito com a minha personalidade, minha saúde, meu trabalho e com as relações que desenvolvia.


Foi através da prática regular que fui aprendendo a reconhecer e superar as minhas deficiências, tudo aquilo que dificultava a expressão das minhas potencialidades e me impedia de enxergar a minha própria natureza. Aos poucos, fui construindo a minha própria experiência pessoal de moksha, de libertação, emancipação e liberdade. Foi algo tão significativo que hoje enxergo a minha história de vida como antes e depois do Yoga. Fiz um curso de formação, abandonei a minha carreira anterior e hoje dedico a minha vida exclusivamente a praticar, estudar e ensinar Yoga!


O ESTÚDIO MOKSHA


Foi por esse motivo, por todas as implicações que o termo moksha representa, representou e continua representando em minha vida, que optei por batizar o nosso espaço de Estúdio Moksha. Eu sei que, assim como eu, muitas pessoas passam por questões parecidas com aquelas que me atormentaram durante tantos anos. É por isso que a minha missão e propósito de vida se tornou compartilhar a mensagem do yoga com o maior número de pessoas!


Ao longo desses anos em contato com o Yoga pude praticar com diversos professores. Alguns me inspiraram profundamente. Toda essa experiência me levou a perceber que para ser um bom professor e ensinar com ética, respeito e responsabilidade, não basta apenas “gostar de yoga”, é preciso ser apaixonado pelo o que faz! Sim, é preciso amar a prática e, principalmente, amar compartilhar essa sabedoria milenar com as outras pessoas. Se não for assim, tudo fica reduzido a um conjunto de técnicas e posturas.


É por isso que o nosso compromisso aqui no Estúdio Moksha é orientar cada um dos nossos alunos e alunas no seu caminho em direção à sua própria experiência pessoal de transformação e desenvolvimento, no seu processo de descoberta e superação, na sua jornada rumo à moksha.


Conheça um pouco mais do nosso espaço





1.047 visualizações2 comentários

2 Comments


Juliana Vieira
Juliana Vieira
Jan 21, 2019

É realmente inspiradora a sua trajetória e um prazer poder participar desse sonho realizado por você, que foi a escolha do yoga para a vida e a coragem de concretizar a criacão do Estúdio Moksha. Um espaço de muita luz e amor, pensado em cada detalhe e cuidado com todo carinho. E que cumpre a linda missão de poder proporcionar a cada aluno, professores e amigos, a experiência única do seu próprio caminho.

Like

Juliana Mota
Juliana Mota
Jan 20, 2019

É lindo ver a sua evolução, amor. Desejo que siga sempre no caminho da luz, que o yoga continue florescendo em seu jardim da vida! Sou grata em ser parte dessa história. Eu amo você!

Like
bottom of page